segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Paz, amor e muito verde!

Até o dia 31 de agosto, o ProjetoCarioquinha oferece diferentes passeios aos moradores da Cidade Maravilhosa com preços que cabem no nosso bolso. Eu decidi aproveitar o fato de ser moradora da Ilha de Guaratiba e pagar bem baratinho para conhecer meu vizinho, o Sítio Roberto Burle Marx. Em dias normais, o ingresso custaria dez reais, mas, durante o Projeto Carioquinha, você só vai pagar cinco. Olha que charmoso este estacionamento coberto. A cara do Burle Marx. 
        

O paisagista amava as bromélias. Por este motivo, o lugar está cheio destas maravilhas da criação.



           No dia da minha visita, a guia era a Lívia, moradora da região. Ela nos contou um pouquinho de como tudo começou. "O Roberto Burle Marx comprou esse sítio em 1949 em sociedade com seu irmão, Guilherme Siegfried Marx. Quando chegaram aqui, existia uma plantação de bananas, uma casa, uma igreja em ruínas e algumas árvores. Preocupado com o que seria feito do sítio depois de sua morte, Roberto comprou a parte de seu irmão e em 1985 ele doou para o Governo Federal. Com o dinheiro do Governo foi construído um prédio para ser a sede da administração do Sítio."

              Aos 82 anos, Burle Marx decide flertar com a pintura e surpreende ao revelar-se artista das tintas também. São dele estes dois quadros expostos em seu Sítio. 


         Movido pela nova paixão, Burle Marx audaciosamente montou um atelier para abrigar a doce amante pintura onde antes só reinava o paisagismo, seu amor maior. Mas infelizmente, sua incursão pelas telas foi breve. Dois anos após a inauguração deste espaço, em 1994, o artista verde descansou. Para nosso deleite, porém, a história está viva e misturada ao ar puro e fresco do Sítio.


         

         

A Lívia confirmou o que eu já desconfiava, os gringos são visitantes assíduos. “Metade metade”, disse ela quando eu perguntei se passeavam por aqui mais brasileiros ou estrangeiros. Na minha turma tinha cerca de 30 pessoas. Muitos gringos captando tudo o que as lentes de suas 'Nicons' ou 'Canons' podiam levar para a França e a Argentina. Os visitantes estrangeiros sabem que essas lembranças não pesam na bagagem, mas enchem o coração de alegria, satisfação e gratidão. “Where are your from?” “France!”, respondeu a francesa desta foto aqui acompanhada de suas duas filhas. "What did you think?" "Its amazing!" Quer dizer: Ela achou tudo de bom!

       

A guia do Sítio Roberto Burle Marx confirmou que você, morador da Oeste, raramente passeia por esses bosques. O que está esperando? Venha encher seu pulmão de ar puro e o coração de boas histórias. As visitas podem ser agendadas pelo telefone 21 2410-1412 ou pelo email visitas.srbm@iphan.gov.br, de segunda à sábado em dois horários: 9h30 da manhã ou 01h30da tarde. E fique esperto! Sábado é o dia mais disputado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário